Património imaterial

Amarante possui um interessante património imaterial associado à música que se traduz, na presença de instrumentos tradicionais com características locais específicas, ao nível da sua construção e execução, no rico cancioneiro popular tradicional e nas manifestações de raiz popular e etnográfica.

São exemplos disso, os trajes regionais que caraterizam os grupos de folclore e o célebre despique de bombos nas Festas de Junho. Nos últimos anos, o Município de Amarante tem procurado apoiar iniciativas que visam a preservação e valorização deste tipo de património imaterial, levadas a cabo, por associações culturais e agrupamentos musicais locais.

Por outro lado, tem promovido medidas direcionadas para a recuperação e valorização dos instrumentos tradicionais locais, tais como o patrocínio à aquisição e restauro de instrumentos, o apoio à formação e à realização de projetos de investigação.

Mais pontualmente, promove ainda outro tipo de ações de valorização do património musical de Amarante. Por exemplo, em 2015 associou-se à comemoração do centenário da morte do compositor amarantino José Coelho dos Santos, apoiando a edição de uma publicação quadrilingue que incluiu uma seleção de partituras e um CD.