Literatura

Amarante possui uma profunda ligação à literatura e poesia, que é fruto, do conjunto notável de escritores e poetas que aqui nasceram e viveram – onde se incluem autores notáveis como Teixeira de Pascoaes (1877 – 1952), António Carneiro (1872 – 1930) e Agustina Bessa-Luís (1922 -). Nos últimos anos, o Município tem desenvolvido, uma política de fomento das práticas de leitura que tem sido acompanhada por várias ações de valorização do património literário associado aos autores amarantinos, especialmente no caso de Teixeira de Pascoaes.

Teixeira Pascoaes

O Município apoia ainda a criação literária, nomeadamente no campo da poesia, através do Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE) e patrocinado pela Câmara Municipal de Amarante, que anualmente galardoa uma obra em português e de autor português, publicada integralmente e em 1.ª edição.

No quadro desta aposta, diversas interceções têm sido fomentados com a música. Por um lado, no quadro das atividades de mediação cultural desenvolvidas pela Biblioteca Municipal Albano Sardoeira, registou-se nos últimos anos um claro incremento da presença da música em várias atividades ligadas ao estímulo à leitura, em especial junto das criança e jovens. Assim, é frequente realizarem-se na Biblioteca iniciativas como concertos de música e lançamentos de livros com apontamentos musicais.

Por outro lado, algumas atividades promovidas pelo Município com agentes culturais locais, cruzam obras emblemáticas de autores amarantinos com instrumentos musicais de Amarante, em abordagem originais que contribuem para a valorização e o reconhecimento dos seus patrimónios imateriais. São exemplo de iniciativas deste tipo as sessões onde se combina a declamação de poesia de Teixeira de Pascoaes com um acompanhamento de viola amarantina.