Viola amarantina

São raras as localidades que dispõem, tal como Amarante, de um instrumento com o seu nome – a viola amarantina. Este é um instrumento profundamente ligado à expressão musical popular local. Morfologicamente semelhante à viola braguesa, a viola amarantina tem geralmente cerca de 90 cm de comprimento é sobretudoconhecida pela abertura da sua “boca” com a forma de dois corações e por exibir um “cavalete” extremamente trabalhado.

Muito utilizada até ao início do século XX, a chamada viola amarantina era uma companhia indispensável no caminho para as mondas ou nos serões animados nas eiras, onde se espadelava o linho ou desfolhava o milho. Contudo, a partir da segunda metade do século XX, verifica-se que a viola amarantina entra gradualmente em declínio, particularmente acentuado a partir das décadas de 1980-90.

Felizmente, na última década assistiu-se a um certo ressurgir do instrumento, sobretudo graças à ação de alguns grupos e associações locais, com destaque para a Propagode, que têm promovido a sua prática, construção, ensino e valorização, resgatando assim do esquecimento uma parte importante da identidade cultural amarantina.