Festival Internacional de Polifonia Portuguesa

Criado em 2011 pela Fundação Cupertino Miranda e promovido pela Cappella Musical Cupertino de Miranda, o Festival Internacional da Polifonia Portuguesa tem por objetivo divulgar o repertório da Polifonia Portuguesa dos séculos XVI e XVII.

Os concertos realizam-se em igrejas históricas da região Norte de Portugal, incluindo em Amarante, que é um município parceiro desde a primeira edição.