Tunas Rurais

As tunas rurais são grupos de instrumentos populares de âmbito rural que se expandiram por todo o país, sobretudo na primeira década do séc. XX. Neste período, estes grupos ajudaram a difundir as flautas e os instrumentos de cordas no meio das manifestações e expressões populares onde eram predominantes os instrumentos de alta sonoridade, como os bombos.
Atualmente, mantém-se em atividade em Amarante três tunas rurais: a Associação Cultural e Recreativa da Tuna de Gondar, a Tuna de São Faustino de Fridão e a Tuna de São Paio de Ansiães.

Tuna de São Faustino de Fridão
Tuna de São Faustino de Fridão

Criada a 1981 a Tuna de São Faustino de Fridão é uma Tuna de referência de Amarante, com atuações dentro e fora do país, onde se destaca o espetáculo que realizou na “Expo-98”.

Dos trabalhos realizados destaca-se a realização do Festival Infantil e Juvenil do Tâmega (que conta já com 12 edições) e o trabalho que tem vindo a realizar desde 1988 onde dinamiza uma Escola de Música proporcionando aulas gratuitas a cerca de meia centena de crianças e jovens da Freguesia.

Tuna de Gondar

A Tuna de Gondar nasce a 10 de Junho de 2000, aquando da festa de homenagem ao Sr. Armando Teixeira Mota e Costa. Quatro anos mais tarde estreou-se a nova Tuna de Gondar com alunos formados na própria escola de música.

A Tuna tem cerca de 83 pessoas, direta ou indiretamente, envolvidas: 31 pessoas constituem a Tuna, 4 alunos constituem a escola de Música, 14 infantis (com idades compreendidas entre os 4 e os 11 anos), 19 cavaquinhos (que fazem parte da Escola de Cavaquinhos) e 15 elementos do Grupo de Bombos de Sta. Maria de Gondar.