Casa da Juventude

Paralelamente, outras residências artísticas ocorrem na cidade de forma pontual. Por exemplo, em 2016, foi promovida na Casa da Juventude uma residência artística dedicada à Viola Amarantina com o objetivo de reavivar este instrumento tradicional, através de expressões contemporânea, criando uma corrente que dinamize e incentive a utilização da viola amarantina, por parte dos adultos e crianças, evitando assim o seu desaparecimento.

Casa da Juventude de Amarante