Escolas de música

Desde 1980 que existe em Amarante oferta de ensino musical, a par da formação já anteriormente oferecida pelas bandas filarmónicas. As três bandas filarmónicas de Amarante, duas delas centenárias, têm desempenhado um papel fulcral na profissionalização de músicos. Contudo, é inequívoco que esta oferta tem sido reforçada, nos últimos anos, por diversas iniciativas públicas e privadas. Hoje, as oito escolas do município providenciam formação musical a aproximadamente 900 alunos, por ano.

Banda Filarmónica
Banda Musical de Amarante

A Banda Musical de Amarante (BMA) foi fundada em Dezembro de 1854 para celebrar a Restauração da Independência de Portugal. Contudo, só veio a ter o seu nome atual em Janeiro de 1983. Desde 2013, a BMA apostou fortemente na revitalização da sua escola, com 40 alunos, e na formação dos seus elementos mais jovens. Composta por 50 elementos mais 30 que formam a Banda Juvenil. Realizam desde 2008, o Estágio de Verão e Curso de Aperfeiçoamento de Sopros e Percussão.

Banda de S. Martinho de Mancelos

A Banda de S. Martinho de Mancelos surgiu a partir de uma tuna formada, em 1889, pelo Padre José Vitorino Carvalho. Este agrupamento evolui e em 1919, era formado definitivamente o atual agrupamento musical. No decorrer dos anos 80 do século XX foi inaugurado o Centro Social e Cultural da Banda de S. Martinho de Mancelos, situado no lugar de Nogueira. Atualmente a Banda é composta por 55 músicos, incluindo o maestro, maioritariamente jovens. Atualmente cerca de 50 alunos frequentam a escola de música da banda.

Banda da Associação Musical da Várzea

A banda da Associação Musical da Várzea é atualmente composta por 50 elementos que frequentam a escola da banda para formação e aperfeiçoamento dos seguintes instrumentos de percussão: trompa, clarinete, trombone, flauta transversal, saxofone, tuba, trompete.

Conservatório de Música e Dança do Centro Cultural de Amarante

O Conservatório de Música e Dança do Centro Cultural de Amarante (CCA) é uma escola vocacionada, com cerca de 350 estudantes por ano. Atualmente, o Conservatório de Música e Dança do CCA oferece formação num conjunto diversificado de instrumentos musicais, ao nível básico e secundário, nomeadamente, Acordeão, Clarinete, Contrabaixo, Fagote, Flauta Bisel, Flauta Transversal, Guitarra Clássica, Guitarra Portuguesa, Harpa, Oboé, Órgão, Percussão, Piano, Saxofone, Trombone, Trompa, Trompete, Tuba, Violeta, Violino e Violoncelo. O Conservatório do CCA oferece também cursos livres de música para todas as idades.

Escola de Música Sacra de Amarante

A Escola de Música Sacra de Amarante (EMSA) encontra-se a funcionar desde 2012 e consta de um programa pós-laboral com 3 aulas por semana: aulas individuais (canto, órgão) e aulas de conjuntas (coro, formação musical e classes de harmonia). Os professores são profissionais e os alunos, cerca de 20, têm idades compreendidas entre os 10 e 70 anos. A Escola trabalha uma dimensão social ao estimular o acesso à aprendizagem de música sacra a todos, incluindo grupos mais desfavorecidos. Os alunos que têm oportunidade de realizar apresentações públicas durante a eucaristia, na Igreja de São Gonçalo.

Academia de Música 906

A Academia de Música 906, escola está a funcionar desde 2016, com a intenção de oferecer cursos livres de música para os seguintes instrumentos, bateria, guitarra, violino, piano, acordeão. Atualmente, conta com cerca de 70 alunos (entre os 5 e os 80 anos) e 6 professores por ano.

Escola de Música Ritmo

A Escola de Música Ritmo, a funcionar desde 1996, disponibiliza uma oferta de ensino específica na área da música para alunos, dos mais jovens aos seniores. Potenciam o ensino dos seguintes instrumentos musicais: piano, guitarra elétrica e clássica, violino, canto, bateria, concertina, acordeão e formação musical. Atualmente, a Escola de Música Ritmo tem cerca de 80 alunos por ano.

Escola de Música da Associação de Beneficência de Vila Meã

A Escola de Música da Associação de Beneficência de Vila Meã, atualmente com cerca de 200 alunos, oferece formação musical na freguesia de Vila Meã. Esta escola foi fundada por uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos, a Associação de Beneficência de Vila Meã, cujas origens remontam ao ano de 1953.